Publicado por: Joaquim Coelho | 14/09/2009

Infinita grandeza

À noite pus-me a escutar
O silêncio das estrelas
Observei o campo e o mar
E a enormidade dessas telas
Ao estar bem atento
Nessa noite singular
O som simples do vento
Que me prostrou a orar
Tudo é simples, tudo é belo
Nesta perfeição que eu canto
Tem um céu sem paralelo
Dando à Terra verde manto
E mostrando toda a verdade
Eu enxuguei os olhos meus
Por ter tantas vezes ignorado
A grandeza de Deus

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: